O orçamento da CMS, de jovem, não tem nada.

Várias vezes ouvimos o Presidente da Câmara Municipal de Sintra dizer que o nosso Concelho é o Concelho com mais jovens do País e que a Câmara Municipal de Sintra tem como um dos seus objectivos criar condições para que os nossos jovens permaneçam no Concelho após o término da escolaridade obrigatória, ou seja, criar condições de trabalho, criar condições de habitação, criar condições para que os jovens possam estudar no Concelho.

No entanto, passou um 1 ano desde que este executivo tomou posse e não vemos melhorias nesse sentido.

A JSD Sintra analisou o Relatório da Atividade Municipal, referente a setembro, outubro e novembro de 2018 e analisou o Relatório Financeiro Municipal, e podemos verificar o seguinte:

Orçamento 2017 para a Juventude

1 Milhão e 400 mil

0
Executado 123 mil
Taxa de Execução 8,7%
Orçamento 2018 para a Juventude

1 Milhão e 800 mil

0
Executado 336 mil
Taxa de Execução 20,1%
Orçamento 2019 para a Juventude

1 Milhão e 400 mil

Apenas 0.69% do orçamento total da Câmara

 

O que vemos é um desinvestimento na área da juventude, pois para além das fracas taxas de execução em 2017 e 2018, vemos ainda em 2019 um decréscimo de 400 mil euros, e a Juventude a representar apenas 0.69% do orçamento da Câmara – nem 1% é.

Mais, além de só representar 0.69% do orçamento para 2019, verificamos que a maior parte deste fraco orçamento está alocado à Pousada da Juventude.

Como já referimos em outras situações, não queremos dizer de maneira alguma que a Pousada da Juventude não é importante. Claro que é. Mas para os jovens do nosso Concelho, que impacto tem ?

Esperemos que em 2019 a Câmara Municipal de Sintra torne os jovens do nosso Concelho uma prioridade. A JSD Sintra estará atenta e interventiva para defender sempre os superior interesse dos nossos jovens sintrenses.

Francisco Duarte

Coordenador do Gabinete Autárquico; Vice-Presidente da FADU; Ex-Presidente da Associação Académica de Lisboa; Ex-Vice-presidente da FNESPC.