Um conselho ao Concelho

Sintra é o segundo maior concelho a nível populacional, com aproximadamente 383 mil habitantes, inseridos numa área com 319km2, constituído por 11 Freguesias.

Para além do conhecido valor patrimonial e cultural da Vila de Sintra, há também uma característica que torna o nosso Concelho especial, refiro-me à complexidade de possuirmos em simultâneo um território rural e urbano. Contudo, esta particularidade onde é possível visitar as praias, o parque natural, os palácios e provar a nossa excelente doçaria, contrasta com a dificuldade de ligação entre a zona rural e urbana.

Não há melhor forma de explicar esta clivagem entre os dois territórios Sintrenses com um caso, bastante simples, de um jovem da zona urbana que está no seu período de férias escolar. Um jovem que não possui viatura própria e que depende maioritariamente dos transportes públicos para se deslocar, é questionado com uma triste realidade: não ter um fácil acesso às praias do nosso Concelho. Desencadeando uma preferência em utilizar as praias da linha de Cascais e Oeiras, pelo simples facto do transporte público ser mais barato, mais acessível e de possuir horários mais flexíveis.

Este é um pequeno exemplo da difícil mobilidade entre os habitantes da zona urbana e habitantes da zona rural, que dependem dos serviços de transportes públicos para se deslocarem dentro do nosso Concelho. Uma dificuldade que não só prejudica apenas os jovens, bem como pessoas individuais e coletivas que se querem fixar no nosso território. Incluiu neste lote as pessoas coletivas, pois estou em crer que uma melhoria nas ligações entre estas duas realidades no nosso Concelho aumentaria a competitividade do mesmo, sendo assim capaz de captar um imenso investimento com o intuito de desenvolver o nosso concelho.

O executivo camarário deve ter um papel impulsionador nesta temática. Estimular a conversação entre as empresas que prestam serviços de transporte público, com o intuito de solucionar um factor de ruptura no nosso concelho.

A resolução deste problema, que os jovens sintrenses enfrentam, pode passar pela criação de um bilhete conjunto entre a CP e Scotturb, como já existe no caso do Train&Bus para visitar os monumentos em Sintra, mas desta vez com preços mais acessíveis para quem quer usufruir das magnificas praias sintrenses.

É importante solucionar esta desconexão que existe entre as duas realidades em Sintra, com o intuito de não cair no erro de evoluir uma em detrimento de outra.

É o conselho que a JSD Sintra deixa ao Concelho.

Rúben Bexiga

Presidente da Mesa do Plenário da JSD Sintra Licenciado em Relações Internacionais, 24 anos